Posts

66 anos da televisão no Brasil

Sessenta e seis anos após a inauguração da TV Tupi, a primeira emissora de televisão do Brasil, o aparelho está presente hoje em 98% dos domicílios brasileiros. De acordo com dados da Pesquisa sobre o Uso das Tecnologias de Informação e Comunicação nos Domicílios Brasileiros, ainda é o equipamento de comunicação e informação com maior penetração nos lares de nosso país, mas outros meios como computadores, rádios e telefones celular também têm alta incidência.

A fascinação dos programas de perguntas e respostas chega ao rádio depois da TV

A “febre” veio bater em Santa Catarina em 1957, quando a direção da Rádio Diário da Manhã foi contatada pelo pessoal da Rádio Tupi (SP) com o objetivo de ter um “Céu é o Limite” produzido e gerado pela equipe da emissora catarinense.

Segue o Baile da saudade

Muitas coisas belas e reconfortantes passam pela nossa vida e, de forma incoerente com os nossos sentimentos, não as valorizamos devidamente. Adoro recordar tempos idos e intensamente vividos e recordar o que – se não for lembrado – irá caindo no esquecimento e acaba no completo ostracismo. Acompanhei todos os passos da TV-Tupi, desde os […]

Custo Brasil – 3

Se hoje o mundo reconhece o pioneirismo brasileiro nos balões aeróstatos e na aviação, foi porque seus inventores conseguiram apresentar suas ideias na Europa. Por Carlos Pimentel Mendes *  Editor webA edição do site do Instituto Caros Ouvintes tem a participação da equipe da Infomídia Comunicação. A Infomídia existe desde 1996, sediada em Florianópolis (SC). […]

TV Catarina apresenta: Francisco Mascarenhas

“Ólhó, lhó! Tais veno! É qui nem fita de cinema! É piquininim assim pruquê é de grátis, não tem?” Embora hoje possa parecer caricatura, a frase está em rigoroso “manezês” e faz parte da história da TV em Santa Catarina. As primeiras imagens de TV em Santa Catarina foram exibidas em Florianópolis, em fins de […]

Grandes Astros do Sul

Quando Gilberto Martinho deixou sua bucólica Cangicas (hoje distrito de Hercílio Luz, Araranguá) para galgar os degraus da fama na TV Tupi (depois Rede Globo), era apenas mais um a tentar a sorte e apostar em seu talento no Rio de Janeiro. Por Agilmar Machado Foi o mais autêntico “coronelaço” nos papéis centrais das novelas […]