Posts

Cesse tudo o que a musa antiga canta… pelo menos por enquanto

Nada retoco com relação aos méritos da iniciativa nem julgo as intenções de quantos estejam envolvidos no tema. O que me fez tirar o pijama e vir a esta tribuna foi o desnecessário desgaste que percebo nas posições que se estão radicalizando em alguns casos.

Afinal, sai ou não sai a solução derradeira para o símbolo da cidade?

Carlos Damião, qual Moicano que não se entrega, continua buscando referências na tentativa de encontrar o símbolo gráfico que atenda a gregos e troianos florianopolitanos. Assim foi que descobriu, com a conivência de Roberto Costa, capitão mór da agência Propague, preciosa colaboração que poderá mudar os rumos de tão candente entrave.