Sistema europeu vai concorrer com o GPS

MILTON – Bom dia, Ethevaldo, como vai?

ETHEVALDO: Bom dia, Milton, bom dia, ouvintes. Tudo ótimo.

MILTON – Ethevaldo, qual é o sistema de localização via satélite que vai concorrer com o GPS nos próximos 4 anos?

ETHEVALDO: Será o Galileo, formado por uma constelação de 30 satélites. É um sistema de geolocalização ambicioso, sem fins militares, mais avançado do que o atual GPS americano.

Além de apresentar uma cobertura mais perfeita, ele terá uma precisão bem maior. Em lugar da precisão de 5 metros do GPS, ele garantirá uma exatidão de apenas 2 metros.

MILTON – Mas a previsão inicial era de que o Galileo já estivesse operando neste ano. Que aconteceu?

ETHEVALDO: A implantação do sistema atrasou principalmente por causa da crise econômica europeia a partir de 2008. Além há duas semanas, ocorreu um problema no lançamento de dois satélites, que estão praticamente perdidos porque foram colocados em órbita errada.

Dos 30 satélites previstos, só 4 deles estão em órbita e em bom funcionamento.

MILTON – Isso não vai atrasar ainda mais o funcionamento do Galileo?

ETHEVALDO – Talvez, Milton. O problema agora é saber porque um foguete russo com a experiência do Soyuz colocou os dois satélites numa órbita completamente errada. Existe até uma comissão de inquérito apurando o acidente.

De qualquer maneira, mesmo que atrase até 2019 ou 2020, o sistema Galileo é uma boa esperança para todo o mundo, Milton.

MILTON – Até amanhã.

0 respostas

Deixe uma resposta

Gostaria de deixar um comentário?
Contribua!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *