Papo Livre – 56

Às vezes, os adultos agem como crianças e se divertem muito. Nos anos 50, na Rádio Marumby, frequentava a emissora e atuava em alguns programas um competente dentista que adorava o Rádio, o Dr. Wélfare Demarino. Sempre alegre e brincalhão, fez amizade com todo mundo.

O Wélfare, fugindo aos conselhos que ele mesmo dava, era um arraigado fumante de charutos. Depois dele estar por algum tempo na sala de locução, fumando, ninguém mais conseguia trabalhar, pois o pigarro atacava todo mundo.

Um dia alguém foi dar queixa à diretoria. Convidado para uma conversa, um pedido foi feito ao fumante: não entre na sala fumando e se entrar não fume. Quando você quiser fumar, faça-o fora da sala de locução.

O Wélfare Demarino ficou chateado e procurou descobrir quem o tinha dedado. Sabedor de quem fora o dedo-duro, ele bolou a sua vingança.

Certo dia o denunciante estava na locução, sozinho na sala, e de repente começou a sentir cheiro de fumaça de charuto. O cheiro foi aumentando e, sem saber de onde vinha, o locutor começou a pigarrear constantemente, tornando-se difícil fazer a locução. Começou a tossir e a se irritar. Só depois de muito sofrer ele descobriu o que estava acontecendo: para se vingar do seu delator, o Demarino, silenciosamente, cumprindo a solicitação dos diretores da Rádio, fumava fora da sala de locução, só que soprava para dentro a fumaça do charuto pelo buraco da fechadura.

É como eu disse no início: às vezes, os adultos agem como crianças… e se divertem muito.

0 respostas

Deixe uma resposta

Gostaria de deixar um comentário?
Contribua!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *