As quatro principais tendências tecnológicas de 2015

MILTON – Bom dia, Ethevaldo, como vai?

ETHEVALDO: Bom dia, Milton, bom dia, ouvintes. Tudo ótimo.

MILTON – Ethevaldo, hoje é sexta-feira, dia de falarmos sobre o futuro e você prometeu falar sobre as maiores tendências tecnológicas no Brasil em 2015.

ETHEVALDO – Vamos lá, Milton. Vamos discutir o futuro de curto prazo. Entre as tendências tecnológicas para 2015, segundo o grupo Gartner, as quatro maiores são:
• Computação em todo lugar;
• Internet das Coisas;
• Impressão 3D; e
• Detecção Analítica.

MILTON – Que significa, na prática, a computação em todo lugar?

ETHEVALDO: Computação em todo lugar é a tendência mais avançada que vivemos hoje, graças à presença dos milhões de dispositivos móveis utilizados no País e a disponibilidade crescente de redes de acesso (Bluetooth, celular, 3G, 4G, Wi-Fi e outras).

MILTON – E quanto à segunda tendência, você acha que a Internet das Coisas já tem alguma expressão no Brasil?

ETHEVALDO: Embora ainda incipiente, a Internet das Coisas já tem presença em algumas grandes indústrias, inicialmente em controle de estoque, de peças, componentes e encomendas.

Essa tecnologia tem tudo para revolucionar a economia, a indústria, a casa digital e nosso modo de viver em geral.

MILTON – E a impressão 3D, na sua opinião, como está evoluindo?

ETHEVALDO – Com a rápida evolução dos últimos anos, a Impressão 3D começa a ganhar não apenas atenção mas investimentos e projetos em grandes indústrias, para a construção de peças complexas de grandes dimensões, e hoje abre novas perspectivas na industria automotiva, elétrica, mecânica e aeronáutica.

Desde o ano passado, Milton, já chegaram ao Brasil as primeiras impressoes 3D para uso doméstico e individual. Com elas, podemos produzir pequenas esculturas, roupas, sapatos, joias, pequenas peças e os objetos mais variados possíveis.

MILTON – E a quarta tendência, a Detecção Analítica?

ETHEVALDO – Essa é uma tendência quase que restrita ao mundo da Tecnologia da Informação. Um dos melhores nomes para ela seria Detecção Analítica ou Diagnóstico Analítico de Dados. Mas, mundialmente, é conhecida apenas como Analítica (ou, em inglês, Analytics).

A partir de 2015, ela se torna presença todo lugar, com diz o grupo Gartner, de forma avançada, pervasiva e invisível.

Nada do que entra em minha rede ou computador deve escapar a esse sistema de detecção analítica. Até por razões de segurança da informação.

MILTON – Até segunda.

0 respostas

Deixe uma resposta

Gostaria de deixar um comentário?
Contribua!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *